Rota do Papel





Rota do Papel

Esta Rota visa dar a conhecer, em particular aos mais jovens, o meio em que os lousanenses se inserem, explorando a histórica indústria do papel e indústrias relacionadas com a sua produção.

Pretende fomentar os laços de pertença com a comunidade local, recuperar a identidade lousanense, fortalecer a proximidade entre a escola e os diferentes meios laborais, apoiando indiretamente o desenvolvimento e notoriedade das empresas e centros de formação envolvidas.

Pode ser realizada em diversos percursos diferentes e em grupos com menos de 25 elementos, mediante a disponibilidade das entidades parceiras.

 

Aflopinhal - Associação Florestal do Pinhal
Instituição sem fins lucrativos que pretende reformular o conceito de Floresta junto de produtores e proprietários da região, bem como fomentar a atividade florestal.
Tem como objeto criar um serviço de extensão florestal que vise o desenvolvimento florestal da região na perspetiva do desenvolvimento rural integrado.
Possui uma Equipa de Sapadores Florestais que faz silvicultura preventiva, ações de vigilância e prevenção de incêndios, dá apoio ao combate ao fogo e a ações de rescaldo, sensibiliza a população, entre outras atividades.
Visite http://aflopinhal.pt 
 



Centro de Operações e Técnicas Florestais
Centro de Formação Profissional afeto ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, do Ministério da Agricultura e do Mar.
Fundado em 1984 é o único Centro no país com vocação específica na área da Exploração Florestal. Os destinatários são empreiteiros e trabalhadores florestais, empresas e associações florestais, funcionários da administração pública, técnicos florestais, estudantes florestais e, no caso da Rota do Papel, alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico.
Visite www.icnf.pt/portal/florestas/gf/cotf/o-q-e
 



Escola Nacional de Bombeiros
Fundada em Portugal em 1985, tem um espaço na Lousã, outro em São João da Madeira e sede em Sintra. As ações formativas são pensadas numa perspetiva de capacitar os Bombeiros para uma resposta no socorro de qualidade, ensinar a identificar as necessidades existentes nos diversos locais de intervenções e para organizar os recursos humanos e materiais.
Desde 2004, funciona na Lousã o Centro de Formação Especializado em Incêndios Florestais.
Visite www.enb.pt
 



Central Hidrelétrica da Ermida
Mini-hídrica situada junto às Ermidas que, em 1927, começou a produzir energia para iluminar a vila e movimentar os engenhos da fábrica de papel do Penedo.
As águas puras da Ribeira de São João que animam a Central são, ainda hoje, matéria-prima para o fabrico de papel.
Envolto numa paisagem paradisíaca, este Centro Produtor de Energia da EDP é uma peça viva de arqueologia industrial.

 



Prado – Cartolinas da Lousã

Entre 1710 e 1715 foi fundado, por italianos e com a participação do Estado Português, o Engenho do Papel da Lousã. Esta empresa aproveitou a boa qualidade das águas no sítio do Penedo e a proximidade da academia de Coimbra, tradicional consumidora de papel. Desde então, a fábrica nunca cessou a atividade, tendo já obtido o estatuto PME Líder e Excelência. Hoje, esta empresa de reconhecido Mérito Concelhio, produz e comercializa cartolina Bristol com elevados padrões de qualidade, apostando na inovação tecnológica e na preservação do meio ambiente, e o seu produto está presente nos mercados de todo o mundo.
Visite www.papeldoprado.com
 


Louzanpel
Empresa transformadora de papel que começou a laborar em 1996 e se especializou na elaboração de guardanapos personalizados e decorados, tem obtido o estatuto de PME Líder. Fabrica guardanapos de restaurante com pasta pura e guardanapos de bar com papel reciclado. Aqui pode-se compreender o processo de fabrico e impressão de guardanapos numa máquina criada por um dos sócios da empresa, já premiado pela Caixa Geral de Depósitos pela sua invenção.
Visite www.louzanpel.com 
  
Trevipapel
Iniciou atividade em 1999 com o objetivo de transformar parte dos produtos comercializados pela Socigene, empresa criada em 1991. A partir de bobines de papel, produz guardanapos de refeição, em L e zig-zag, toalhas de mão natural, tissue e de rolos, entre outros e vende. A empresa aposta na diversificação dos produtos produzidos e tem marca exclusiva.
A empresa aposta na diversificação dos produtos produzidos, tem marca exclusiva e também já obteve o estatuto de PME Líder.
Visite www.trevipapel.com
  
Trevipack
Empresa que tem como principal atividade a impressão em todo o tipo de embalagens desde a cosmética, farmacêutica química, publicitária ou agroalimentar. Vocacionada para a indústria gráfica, trabalha com as mais avançadas tecnologias de produção em impressão Flexográfica, Tipográfica, Serigráfica, Offset, Tampográfica e Digital.
Já obteve o estatuto PME Líder, bem como o Prémio “Lausus”atribuído pela Câmara Municipal, pelo trabalho desenvolvido em conjunto com a empresa parceira Lousanicosmética.
Visite www.trevipack.pt
   



Tipografia Lousanense

Fundada em 1885, tem uma história ligada à política e é uma empresa familiar que foi passando de geração em geração. Já foi uma das maiores empresas da região de Coimbra, em equipamento e volume de negócios, composta por mais de 50 funcionários.
Possui três fases: pré-impressão (fase inicial do processo gráfico), impressão (reprodução nos suportes escolhidos) e acabamento (corte, ordenação, dobragem, encadernação e embalagem). A partir de 1995 foi premiada com o Estatuto “PME Excelência” e pelo banco Millenium BCP com o prémio “Empresa Aplauso”.
Visite www.tipografialousanense.pt
 



Gráfica da Lousã

Fundada em 1929 para editar o jornal Alma Nova, dedica-se hoje à impressão de livros de faturas, envelopes, guias, cartões e outros.
Neste local encontram-se testemunhos da composição manual que nos remetem ao tempo de Gutenberg, junto de modernas máquinas de offset. A gráfica tem certificação ambiental, outorgada pelos Ministérios da Economia e do Ambiente e pela Associação Portuguesa das Indústrias Gráficas e Transformadoras de Papel.
 


Jornal Trevim
Fundada em março de 1979, a Cooperativa Trevim publica o jornal Trevim que utiliza cerca de 200kg de papel em cada tiragem.
Em 2000, o Jornal foi premiado com a Medalha de Mérito Concelhio, atribuída pela Câmara Municipal da Lousã, reconhecendo a importância do jornal para o Concelho. Dedica-se também à edição de outras publicações e desenvolve atividades culturais. Nas instalações deste jornal de mérito concelhio, pode-se conhecer a história da imprensa da Lousã, associada à indústria papeleira e tipográfica e ver como se faz um jornal.
Visite www.trevim.pt



Para definir a Rota que pretende realizar selecione três locais assinalados a:
      verde (sobre a produção, gestão e proteção das matérias primas);
      azul (indústrias transformadoras de pasta de papel e do papel);
      vermelho (empresas utilizadoras de papel).
Para marcação e mais informação sobre os vários pontos da Rota do Papel, contacte a Secção de Educação e Juventude da Câmara Municipal da Lousã. 
Partilhar no Facebook