Museu Municipal Prof. Álvaro Viana de Lemos

 

História
Foi após o falecimento do Padre Joaquim José dos Santos, ilustre sacerdote com alma de colecionador, que a Câmara conseguiu, devido ao entusiasmo e dedicação do Professor Álvaro Viana de Lemos, e à amizade que o ligava ao falecido Pároco, obter dos herdeiros parte por compra e parte por oferta o seu numeroso espólio.

Foi com este pequeno, mas variado espólio: livros, moedas, estampas, objetos artísticos e simples curiosidades e recordações que o ilustre Sacerdote adquirira nas suas viagens na Europa e no Oriente, a que se acrescentaram numerosas doações de Lousanenses, que posteriormente se constituiu o núcleo inicial do Museu.

A 9 de março de 2013, o Museu Municipal reabre portas num espaço renovado, com novas valências, mas na senda dos objetivos iniciais traçados por Álvaro Viana de Lemos ao fundar o museu municipal “...Servirão a novos e a velhos para ali adquirirem e renovarem os seus conhecimentos, para compararem, receberem sugestões novas, tornarem-se aptos para a produção eficaz e melhor saberem orientar-se na vida.”(...).


Missão
Promover e divulgar o conhecimento, valorizar e preservar o conjunto do património cultural que integram a coleção e a identidade da Lousã. O Museu deve assumir-se como um espaço de envolvimento e construção de cidadania, na prestação permanente de um serviço público. O Museu, sendo um lugar de todos, deve promover a inclusão de pessoas e culturas.


Visão
Ser uma instituição de referência em ações do museu, unindo História, Memória, Arte e Contemporaneidade voltadas, prioritariamente, à cultura Lousanense.


Edifício
O Museu está instalado na antiga Casa dos “Erse Figueiredo”, datada de 1901. É uma construção digna pela dimensão e escala, que se insere corretamente no conjunto edificado, fazendo parte da imagem histórica da vila. Esta construção apresenta dois pisos (para a rua Miguel Bombarda) e um para as traseiras prolongando-se num logradouro com jardim, quintal, eira, poço e tanque. As obras que então se realizaram foram de adaptação tendo sido preservada a estética inicial do edifício. O interior foi remodelado e adaptado tendo em conta as necessidades e as acessibilidades.
Para além da sua função de museu foram ainda contempladas as áreas de espaço público (áreas de acolhimento e receção, cafetaria, sanitários, áreas de exposição, espaço de apoio ao empreendedorismo “Work&Go”), áreas de acesso condicionado (auditório, sala de reuniões, espaço para serviço educativo) e áreas de acesso restrito (gabinetes de trabalho, gabinete de reservas, tratamento e restauro), bem como um grande espaço exterior para lazer e convívio, com potencialidades de alargamento em caso de futuras necessidades de espaço.



Fundador
Personagem singular na História Local, Álvaro Viana de Lemos nasceu a 28 de março de 1881 na Lousã, e morreu em Cernache a 21 de agosto de 1972. Estudou em Coimbra entre 1896-1900, no Liceu de Coimbra e na Universidade de Coimbra. Frequentou o curso de Infantaria na Escola do Exército entre 1902-1904.

Foi um coletor de informações de largo espectro, interessado em todos os assuntos, desde história, arqueologia, botânica, geologia, turismo, trabalhos manuais, entre outros.

Deixou um legado extraordinário de abnegação e sabedoria mas foi sobretudo o seu modo de pensar, olhar, ensinar que o distinguiu.

Como investigador regional, publicou aquela que é a obra fundamental para a história da região: “A Lousã e o seu Concelho”. Foi o fundador do Museu Municipal (tem hoje o seu nome) e organizador da Biblioteca Municipal.


A coleção
Os bens materiais que constituem as coleções do Museu, decorre da existência do próprio Museu desde a década de 40 do séc. XX, feitas por doações, achados, aquisições e legado.


Sala de pintura
A coleção de pintura do Museu Municipal é uma incursão na história da arte portuguesa desde fins do séc. XVI até ao presente.

O início da coleção é marcado pela pintura maneirista de inspiração religiosa.

O retrato é também objeto de apreciação de pendor realista na obra de Carlos Reis e simbolismo de António Carneiro. Artistas como Tomaz Pippa, Alvarez traduzem o espírito romântico a partir das suas paisagens.

A transição para o séc. XX é marcada pelas pinturas do João Reis introduzindo jogos de luz natural e Carlos Ramos no campo do naturalismo e paisagismo.

J. Eliseu filho regressa à paisagem inspirando-se na Lousã e nos costumes do mundo rural. O desvio para a desconstrução das formas está patente nas obras de Carel Verlegh e Mário Silva.

O circuito termina com a última aquisição da Câmara Municipal da Lousã, 2011, da autoria de Sérgio Eliseu, num exercício de reconstituição dos “Antigos Paços do Concelho”.



Sala de exposição Prof. Álvaro Viana de Lemos
A coleção é variada e apresenta uma grande variedade de núcleos. Os núcleos mais antigos resultam do espólio do Pe. José Joaquim dos Santos nomeadamente o núcleo de escultura indo-portuguesa. Outras espécies deste núcleo inicial – arqueologia, escultura, numismática, peças de artilharia de diferentes épocas históricas, antigas unidades de medida portuguesas, espólio sacro-artistico, mobiliário, escultura, azulejos – foram legado do Prof. Álvaro Viana de Lemos, ofertas de pessoas naturais da Lousã e aquisições.

Posteriormente o Museu foi enriquecido com várias peças, entre elas de mobiliário e de arte antiga, como é o caso de uma escultura da Nossa Senhora da Piedade do séc. XVII, em madeira entalhada da 2.ª metade do séc. XVII, e com incorporações recentes de espólios arqueológicos.



Galeria de exposições temporárias
Este espaço museológico é dedicado à realização de eventos temporários, caso de exposições, que paralelamente às iniciativas realizadas no jardim interior, diversifiquem a oferta cultural.




Informações / Serviços

Museu Municipal Prof. Álvaro Viana de Lemos
Rua Miguel Bombarda nº 18
3200-248 Lousã
Telefone:239993372 / 239990370

Gabinete de Cultura/Museu Municipal Álvaro Viana de Lemos
E-mail: patricia.lima@cm-lousa.pt; sector.cultura@cm-lousa.pt

Gabinete de Apoio ao Empreendedorismo
E-mail: zelia.duarte@cm-lousa.pt

Espaço Work &Go  (coworking/escritório temporário) - Manual de Promoção e Apoio ao Empresário e Empreendedores 

Setor de Desporto e Tempos Livres
E-mail: sector.desporto@cm-lousa.pt


Horário

Inverno (outubro a maio):
* Dias úteis: das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30
* Fins de Semana e Feriados: das 09h30 às 13h00 e das 14h00 às 17h30
 
Verão (junho a setembro):
* Dias úteis: das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30
* Fins de Semana e Feriados: das 10h00 às 13h00 e das 14h30 às 18h30

Brochura de apresentação do Museu Municipal Prof. Álvaro Viana de Lemos

 

 Acessível a pessoas com mobilidade reduzida
Partilhar no Facebook